quinta-feira, 19 de maio de 2011

Estamos condenados a pagar portagens na VLA

Eu sou um dos algarvios que utiliza quase todos os dias a Via do Infante. Não o faço por gosto, mas sim por necessidade, como de resto acontece com a esmagadora maioria dos seus utilizadores frequentes.
Agora, cada vez que circulo nela encontro um amontoado de ferros aos quais percebi que chamam pórticos. E para que servem os pórticos? Servem para colocar uns apetrechos que nos vão fotografar e registar a cada passagem que fizermos. E fotografar para quê? Porque somos bonitos? Não só mas também. Será sobretudo para nos obrigarem a pagar a utilização de uma via-rápida de quinta categoria que no Burundi era capaz de fazer grande sucesso mas que numa Europa civilizada não tem sequer estatuto de auto-estrada.
Acontece que por enquanto não há fotos nem registos. Era para haver desde o mês passado. Mas ainda não há. Porquê? Aparentemente por duas razões. Uma porque a obra não está terminada o que se percebe com facilidade. A outra é porque vai haver eleições e o Sócrates e o PS acharam que começar a cobrar portagens em cima neste período fazia-os perder votos.
Como estão absolutamente convencidos que nós somos burros e cegos, vieram com uma história que é tão má que nem servia para fazer uma novela da TVI. Alegaram um parecer ao abrigo do direito constitucional para justificar o que toda gente já percebeu: portagens agora são votos a menos nas urnas.
Ora ninguém está neste momento a salvo de pagar portagens por utilizar a Via do Infante, o que deverá acontecer uns dias ou semanas depois de 5 de Junho. E digo isto com toda a certeza porque independentemente de quem venha a vencer as eleições, e eu à data de hoje pertenço ao grupo de milhões de portugueses que também tem essa dúvida, PS ou PSD, as portagens vão ser postas a funcionar.
Portanto eu hoje quando passo por baixo dos pórticos, ouço uma voz que me diz qualquer coisa como isto:
- Vais passando agora sem pagar mas prepara-te para a pancada. Cá te espero, pá.
Naturalmente que isto me deixa mal disposto. E imagino que não seja caso único. Mais pessoas devem ficar indispostas ao ouvir esta voz de fundo com sotaque beirão a fazer torça de todos nós.
Isto não seria dramático se o principal partido da oposição e que tem condições de vencer as eleições tivesse já dito claramente o que pensa sobre este assunto, nomeadamente se pretende que os algarvios não paguem as portagens. Acontece que sobre esta matéria parece que há consenso. Sobre a Taxa Social Única e o TGV pode não haver, mas sobre portagens na Via do Infante eles estão de acordo. E isso não é bom nem mau. É aquilo que toda a gente sabe.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.